Bolsonaro diz que mãe tomou vacina de Oxford, e não CoronaVac

Em live semanal nas redes sociais, presidente mostrou cartão de imunização de dona Olinda e criticou imprensa por falar que ela teria recebido imunizante de farmacêutica chinesa

O presidente Jair Bolsonaro aproveitou a live semanal realizada nesta quinta-feira, 18, para mostrar o cartão de vacinação da mãe dele, Olinda Bolsonaro, e garantir que ela tomou o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford, e não a vacina CoronaVac, do Instituto Butantan, como afirmado por parte da imprensa no último dia 12. “Decidimos que ela deveria tomar a vacina. Ela foi vacinada e aconteceu uma coisa que é inacreditável. Ela mora no estado de São Paulo, Vale do Ribeira. A imprensa noticiou, ‘mãe de Bolsonaro tomou CoronaVac, mostram dados oficiais’. Você sabe qual é a intenção disso aqui. Vamos desmascarar isso agora. Está aqui o cartão de vacina da minha mãe”, afirmou. A mãe do presidente tem 93 anos. Segundo os dados do cartão de vacinação mostrado por Bolsonaro, ela deve receber a segunda dose do imunizante no dia 3 de março.

Deixe um comentario