Mercado prevê PIB menor e renova avanço da inflação para 4,8% em 2021

Esta é a 12ª semana seguida que as fontes do Banco Central revisam IPCA para cima; expectativa para recuperação da economia cai para 3,18%

O mercado financeiro revisou para cima as expectativas para a inflação e dólar em 2021, ao mesmo tempo que reduziu a previsão do Produto Interno Bruto (PIB), segundo números divulgados pelo Boletim Focus nesta segunda-feira, 29. Economistas e entidades consultadas pelo Banco Central estimam que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerre o ano com alta de 4,81%, a 12ª revisão de alta seguida. Há uma semana, a expectativa para o indicador oficial da inflação era de 4,71%, enquanto há um mês batia em 3,87%. O valor se descola ainda mais do centro da meta de 3,75% perseguida pelo Banco Central, com margem para flutuar entre 2,25% e 5,25%. O IPCA-15, considerado a prévia da inflação, avançou 0,93% em março, o maior valor para o mês em 6 anos, com acumulo de 5,52% nos últimos 12 meses.

As fontes do BC mantiveram a expectativa com a Selic em 5% ao ano, o mesmo valor da semana passada. Há um mês, a previsão para a taxa básica de juros da economia brasileira era de 4% ao ano. O Comitê de Política Monetária (Copom) alterou a Selic de 2% para 2,75% na última reunião do colegiado e indicou que deve repetir a dose no encontro marcado para  4 e 5 de maio, jogando o taxa para 3,5%.

O relatório também mostra maior cautela com o crescimento da economia neste ano. As fontes consultadas pelo BC esperam que o PIB avance 3,18%, ante estimativa de 3,22% na semana passada. Há um mês, a previsão era de 3,29%.  A piora da pandemia do novo coronavírus e o ritmo lento de vacinação já faz economistas enxergarem o PIB negativo nos dois primeiros trimestres deste ano, com retomada a partir do segundo semestre. Ao mesmo tempo, os analistas consultados pela autoridade monetária nacional enxergam o dólar a R$ 5,33 até o fim deste ano. Há uma semana, a previsão era de R$ 5,30, enquanto há um mês a projeção indicava o dólar a R$ 5,10. A moeda americana opera em alta nesta segunda-feira, cotada a aproximadamente R$ 5,80.

Deixe um comentario