Advogado de Kajuru protocola pedido para agilizar análise do impeachment de ministros do STF

Solicitação foi feita um dia após o ministro Luís Roberto Barroso exigir abertura de CPI para investigar ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19

Entrevistado pelo programa “Os Pingos Nos Is” desta sexta-feira, 9, o advogado Paulo Faria deu detalhes sobre o mandado de segurança protocolado por ele a pedido do senador Jorge Kajuru (Cidadania-SP), solicitando agilidade na análise de pedidos de impeachment contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que estão na mesa do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco. “Impetramos um mandado de segurança contra o presidente do Senado e o presidente da mesa diretora do Senado para que eles adotem as medidas cabíveis necessárias de acordo com o regimento interno do Senado Federal”, afirmou o advogado, explicando que a denúncia entregue em mãos pelo senador a Pacheco narrava uma ofensa ao artigo 53 da Constituição Federal, com a prisão ilegal do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) a mando do ministro Alexandre de Moraes.

“O pedido principal do mandado de segurança é que o ministro Barroso determine, como ele fez ontem no mandado de segurança determinando a instalação de CPI, que ele também faça o mesmo, determine ao presidente do Senado que respeite o regimento interno”, pontuou, questionando se as providências tomadas para a CPI valeriam também para a apuração das denúncias contra Alexandre de Moraes. O senador Kajuru, um dos idealizadores do pedido de impeachment contra o ministro Moraes, entregou o relatório com denúncias contra o membro do STF e um abaixo-assinado nas mãos de Rodrigo Pacheco no dia 26 de março. Na ocasião, ele conversou com o programa “Os Pingos Nos Is” e disse não acreditar que o novo presidente engavetaria o pedido, prevendo uma votação em breve.

Deixe um comentario