Após três meses fechados, pubs lotam no Reino Unido

O governo britânico deu mais um passo em direção ao fim do lockdown nesta segunda-feira, 12, quando bares e restaurantes puderam voltar a atender ao público ao ar livre

O Reino Unido deu mais um passo em direção ao fim do lockdown nesta segunda-feira, 12, quando os pubs e restaurantes receberam autorização para voltar a atender ao público presencialmente, desde que em ambientes abertos. O próprio primeiro-ministro Boris Johnson afirmou que iria a um pub comemorar a flexibilização com uma caneca na mão, mas acabou cancelando os planos após à morte do príncipe Philip, marido da Rainha Elizabeth II, na última sexta-feira, 9. Apesar do luto nacional e das temperaturas invernais, os britânicos fizeram fila em frente aos bares, que estavam fechados desde janeiro, para pedir uma cerveja assim que o relógio marcasse meia-noite. Um levantamento feito pelo The Forum for British Pubs aponta que pelo menos dois mil desses estabelecimentos foram obrigados a fechar as portas definitivamente ao longo do último ano. No entanto, nem todos que restaram puderam reabrir. Segundo a British Beer and Pub Association, 60% dos bares não voltaram a funcionar porque não possuem espaço ao ar livre e devem aguardar a liberação do serviço em ambientes fechados prevista para o dia 17 de maio.

A flexibilização do lockdown desta segunda-feira, 12, também marca a reabertura dos salões de cabelereiro, das academias de ginástica e do comércio considerado não-essencial. Na Oxford Street, rua comercial em Londres que é considerada a mais movimentada de toda a Europa, foram registradas filas de vários metros em frente às portas das lojas. O British Retatil Consortium indica que foram perdidos 30 bilhões de libras em vendas durante os últimos três meses de lockdown, além de 67 mil empregos no varejo ao longo de 2020. Já o Local Data Company afirma que no último ano mais de 17 mil lojas fecharam para sempre.

Pessoas fazem fila do lado de fora de lojas em Londres, que reabriram nesta segunda-feira, 12

Pessoas fazem fila do lado de fora de lojas em Londres, que reabriram nesta segunda-feira, 12

Deixe um comentario