Chris Weidman fratura a perna no UFC 261 com chute similar ao de Anderson Silva; assista

Uriah Hall venceu a luta por nocaute técnico e chegou a ficar estático ao ver o adversário caído

O lutador Chris Weidman sofreu uma lesão que chocou quem acompanhava o UFC 261, que aconteceu em Jacksonville, na Flórida, Estados Unidos. A cena em que o atleta quebra a perna é similar a fratura sofrida pelo brasileiro Anderson Silva, em 2013, em uma luta contra o próprio Chris. Neste sábado, 24, ele acabou vivendo o outro lado da moeda e, ao tentar um chute baixo, fraturou a perna direita e viu o jamaicano vencer a luta por nocaute técnico aos 17 segundos do primeiro round. No início do combate, Weidman aplicou um chute de perna direita, muito semelhante ao que o Spider tentou diante dele há oito anos, mas Hall firmou a perna e a canela do americano encontrou justamente o joelho do adversário. Ele não percebeu e ainda tentou apoiar seu peso na perna quebrada, dobrando seu pé para trás, mas caiu com dores e o combate foi encerrado.

A cena chocante e angustiante impressionou as cerca de 15 mil pessoas que lotaram a arena de Jacksonville, marcando o retorno do público ao UFC, que foi ao ginásio pela primeira vez desde o início da pandemia de Covid-19. O resultado oficial foi nocaute técnico para o jamaicano. Weidman deixou o octógono de maca e com muitas dores. Uriah Hall, último oponente de Anderson Silva no UFC, parecia não acreditar na cena que havia acabado de presenciar e permaneceu estático. O combate em que o Spider fraturou a perna foi a revanche contra Chris Weidman. Eles se enfrentaram em 28 de dezembro de 2013. A fratura na perna esquerda a 1min16s do primeiro round matou o sonho do brasileiro de reconquistar o cinturão que perdera para o americano cinco meses antes, no UFC 162, quando foi derrotado por nocaute.

Com o sentimento de quem conhecer a dor de Weidman, Anderson se solidarizou com o americano por meio de uma mensagem nas redes sociais. O ex-campeão do UFC desejou uma boa recuperação ao antigo algoz, conhecido por ser o primeiro oponente a desbancar o brasileiro no Ultimate. “Meus profundos e mais sinceros sentimentos, campeão. Tenha fé, desejo uma ótima recuperação. Nesse momento, desejo a você e toda sua família muita luz, muito amor e sabedoria. Aos fãs do esporte, respeitem este momento deste incrível guerreiro. Vamos torcer para que logo ele esteja 100%. Deus abençoe você e sua família, Cris”, escreveu o Spider.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Anderson “The Spider” Silva (@spiderandersonsilva)

Outras lutas

Na luta principal do UFC 261, o nigeriano Kamaru Usman venceu o americano Jorge Masvidal por nocaute ao encaixar um direto de direita espetacular no queixo do rival a 1min02s do segundo round e manteve pela quarta vez o cinturão dos meio-médios. Já Jéssica “Bate-Estaca” não foi páreo para Valentina Shevchenko, que segue reinando no peso-mosca (até 57kg). A lutadora do Quirguistão não tomou conhecimento da brasileira, dominou todo o confronto e venceu por nocaute aos 3min19s do segundo assalto para garantir a quinta defesa de cinturão bem-sucedida na categoria.

*Com informações da Agência Estadão.

Deixe um comentario