‘Decisão a favor de Lula liberta político mais condenado e querido do STF’, diz Ana Paula Henkel

Corte formou maioria nesta quinta-feira, 15, para retirar ações penais do ex-presidente da alçada da justiça de Curitiba

Com votos de Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli e Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Luís Roberto Barroso, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira, 14, a favor da anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da Operação Lava Jato. Com isso, o petista recupera seus direitos políticos e pode disputar as eleições presidenciais de 2022. No julgamento, iniciado na quarta-feira e terminado na noite desta quinta, os ministros entenderam que as ações penais do tríplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula não tinham ligação direta com os desvios da Petrobras e não deveriam ter sido julgadas pela Vara Federal de Curitiba. Foram vencidos os ministros Nunes Marques, Marco Aurélio Mello e Luiz Fux, que acataram o recurso da Procuradoria-Geral da República, que pede a manutenção das condenações do petista.

A comentarista do programa “Os Pingos Nos Is”, Ana Paula Henkel, acredita que esse deve ser considerado como “mais um dia triste” para o Brasil em relação ao STF. “É uma corte constitucional que acabou se tornando uma corte criminal, que recebe de tudo e não faz o que devia fazer pela sua premissa e sua prerrogativa institucional, que é proteger exatamente a sua Constituição”, afirmou. Ela acredita que os ministros não se preocupam com a sua impopularidade diante do público porque têm sensação de que são “inatingíveis” e, mesmo desarmando a população, estão cercados de seguranças armados os ajudando a se distanciar da população brasileira. “A corte se tornou política, de decisões políticas. O sonho que o brasileiro finalmente atingiu através da Lava Jato, de ver corruptos, políticos, empresários, pessoas ligadas a várias instituições do Brasil de maneiras nada republicanas indo para a cadeia, esse sonho vai virar mais um pesadelo”, relembrou. Ana Paula elogiou o voto de Kassio Nunes Marques, mas, apesar da posição contrária dele, previu que o resultado, confirmado durante o programa da Jovem Pan, seria favorável a Lula: “Parece que a encenação está toda pronta, mas o desfecho vai ser libertar o político mais condenado e querido do Supremo Tribunal Federal”.

Confira o programa “Os Pingos Nos Is” desta quinta-feira, 15, na íntegra:

Deixe um comentario