Presidente da Frente Nacional de Prefeitos pede que Fux se posicione sobre liberação de cultos e missas

Em suas redes sociais, Jonas Donizette pediu que a Corte se manifestasse sobre qual decisão deveria ser seguida: a do Plenário do STF ou a do ministro Nunes Marques

O presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, pediu que o atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, se posicione sobre a liberação de cultos e missas. O pedido veio após o também ministro Nunes Marques autorizar a realização dos eventos, desde que sejam seguidos protocolos de prevenção contra a Covid-19. Em suas redes sociais, Donizette afirmou que “decisões judiciais precisam ser obedecidas”, mas pediu que Corte se manifeste sobre qual determinação deveria ser seguida:” Pedimos ao STF, e ao presidente Luiz Fux, que se manifeste urgentemente, orientando qual decisão precisa ser seguida. A decisão do plenário, que determinou que os municípios têm prerrogativa de estabelecer critérios de abertura e fechamento das atividades em seus territórios ou essa liminar?”, questionou Donizette, que concluiu, dizendo que a contradição das determinações “atrapalha o enfrentamento da pandemia” Indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro, Nunes Marques mencionou em sua decisão o contexto da Semana Santa e o fato de 80% dos brasileiros se declararem cristãos segundo o IBGE.

Deixe um comentario