SP libera setor de serviços a partir deste sábado; veja horários de funcionamento

Salões de beleza, barbearias, restaurantes e parques voltarão a funcionar com horário reduzido e número de pessoas inferior a outras fases do Plano SP

Em fase de transição do Plano SP desde o último dia 17, o Estado de São Paulo passa a liberar o funcionamento do setor de serviços, que engloba salões de beleza, academias e restaurantes, neste sábado, 24. A medida, que tinha sido divulgada na última semana, foi detalhada nesta sexta-feira, 23, em coletiva de imprensa. A Secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patricia Ellen, citou o governador João Doria (PSDB) ao afirmar que a fase de transição funciona como um “voto de confiança” para a reabertura gradual do funcionamento dos serviços. “Para darmos o próximo passo, essa fase de transição e o resultado dela são extremamente importantes”, afirmou a secretária. Segundo ela, o Estado faz reuniões com os setores convalescidos pela crise e com o centro de contingência para determinar a retomada econômica setorial e regional. A fase de transição permite o funcionamento de todas as atividades que não causem aglomerações, mas determina restrições sanitárias e de público mais severas do que as fases vermelha, laranja e amarela do plano.

Veja novos horários de funcionamento:

Restaurantes e similares (para consumo local), salões de beleza, barbearias e atividades culturais poderão abrir para o público entre 11h e 19h, seguindo a abertura das atividades comerciais, que já eram permitidas neste horário desde o último dia 18. As academias poderão funcionar por um período de oito horas dentro do horário das 6h e 19h e os parques estaduais e municipais abrirão entre 6h e 18h. Todos os locais deverão ter no máximo 25% de ocupação e o horário máximo vai até as 19h para que o toque de recolher das 20h às 5h, que ainda vale no Estado, seja respeitado. Os transportes públicos funcionarão normalmente e o aconselhamento de escalonar os horários de entradas dos trabalhadores de serviço e indústria continua mantido para evitar aglomerações nos ônibus, trens e metrôs.

Escolas e rodízio de veículos

Com profissionais da área de educação nos calendários de vacinação, o Estado permitiu a reabertura das escolas estaduais no último dia 13 para orientação de pais e a volta do rodízio presencial de alunos no dia 14. As atividades presenciais continuam sendo opcionais e as escolas só podem ter até 35% de ocupação. A prioridade da aula presencial é de alunos que têm pais trabalhadores de serviços essenciais, que precisam de alimentação escolar ou que têm saúde mental sob risco. As fronteiras interestaduais e intermunicipais também continuam abertas e a prefeitura da capital decidiu prorrogar o rodízio de veículos noturno na capital paulista. O motorista que for flagrado dirigindo em locais e horários não permitidos terá de pagar uma multa de R$ 130,16. Uma nova atualização do Plano SP deve ser anunciada na próxima sexta-feira e passará a valer no dia 1º de maio.

Deixe um comentario