Tottenham demite José Mourinho em semana de decisão na Copa da Liga Inglesa

A saída do técnico português e de todos os seus auxiliares foi acertada seis dias antes da final que o clube de Londres fará contra o Manchester City, no estádio de Wembley

O Tottenham comunicou na manhã desta segunda-feira, 19, que o técnico José Mourinho não é mais o treinador de seu time principal. A decisão acontece seis dias antes da final da Copa da Liga Inglesa, marcada para o próximo domingo, 25, quando os Spurs enfrentarão o Manchester City, em Wembley. Além do técnico português, a diretoria do clube de Londres também informou que os assistentes João Sacramento, Nuno Santos, Carlos Lalin e Giovanni Cerra foram dispensados das suas funções. Em nota, os mandatários da agremiação disseram que os auxiliares Ryan Mason e Chris Powell irão assumir o cargo até o final da temporada.

Contratado em 2019 para substituir Maurício Pocchetino, Mourinho estava pressionado no cargo devido aos maus resultados da equipe na atual temporada. Além disso, o consagrado treinador também passou a receber críticas por não conseguir resgatar o futebol de Dele Alli e Gareth Bale. O alto salário do técnico também pesou na decisão da diretoria, de acordo com a imprensa britânica. Assim, o português deixa o time após 86 jogos, contabilizando 44 vitórias, 19 empates e 23 derrotas, sem nenhuma taça levantada. “José e sua equipe técnica estiveram conosco em alguns de nossos momentos mais desafiadores como clube. José é um verdadeiro profissional que demonstrou enorme resiliência durante a pandemia. A nível pessoal, gostei de trabalhar com ele e lamentamos que as coisas não tenham corrido como esperávamos. Ele será sempre bem-vindo aqui e gostaríamos de agradecer a ele e à sua comissão técnica pela sua contribuição”, afirmou o presidente do Tottenham, Daniel Levy, em um comunicado oficial.

Deixe um comentario