Vampeta se irrita e discute com Mauro Beting por causa de Abel Ferreira: ‘Volta para a Grécia’

Os comentaristas do Grupo Jovem Pan entraram em conflito ao analisar as críticas do treinador do Palmeiras sobre o calendário do futebol brasileiro; assista

Campeão da Libertadores da América e da Copa do Brasil com o Palmeiras, o treinador Abel Ferreira é um dos maiores críticos do calendário do futebol brasileiro. Mesmo sem ter um ano completo no país, o português já está sofrendo com a maratona de jogos – o Alviverde já entrou em campo trinta vezes em 2021 e não terá respiro na sequência na temporada. No programa “Esporte em Discussão”, a bancada do Grupo Jovem Pan debateu se o técnico tem razão em fazer as suas reclamações. O resultado foi um verdadeiro embate entre Vampeta e Mauro Beting.

No entendimento do pentacampeão do mundo com a seleção brasileira, as críticas de Abel Ferreira são exageradas. “Para mim, ele não tem razão em reclamar. Se ele quiser, troca de time e vai para o Botafogo, onde tem um jogo por semana. Ele já está sabendo como é o país. Para chegar mais longe na competição, você tem que jogar mais. Se conseguir, vai ganhar mais dinheiro para ter um plantel maior. Ele foi campeão da Libertadores e da Copa do Brasil! Quando ele voltar para a Grécia para treinar o PAOK, ele tem um jogo por semana. Volta para a Grécia! Porque se diminuir a quantidade jogos, também diminui o dinheiro”, disse Vampeta, irritado com o assunto vir à tona novamente.

Mauro Beting, no entanto, retrucou ao afirmar que vê as declarações do treinador como positivas e relevantes para o futebol nacional. “Claro que ele tem razão. Não tem que jogar o tempo inteiro. Não é assim, Vamp! Não é porque o cara está errado que ele não pode reclamar. Como é que cobram ele para melhorar o time se não tem tempo para treinar? E mais: o que ele está falando, quem tem que falar é o Maurício Galiotte e o Anderson Barros. Quem responde pelo Palmeiras fora de campo é quem tem que falar. O que o Abel está pedindo é para ajudar a melhorar o nível do futebol brasileiro. Ele deixa isso claro, e não é só ele. O Telê Santana reclamava na época dele, e até você, Vampeta, vivenciou isso. Ele tem todo direito de reclamar. Gostaria que outros treinadores e atletas se posicionassem também”, falou o jornalista.

Assista ao debate abaixo:

Deixe um comentario